Produtos

A Vita Sol tem uma variedade de produtos org√Ęnicos, integrais, sem gl√ļten e livre de lactose. Nossos alimentos n√£o s√£o apenas livres de agrot√≥xicos.¬† Al√©m de serem isentos de insumos artificiais, eles tamb√©m s√£o livres de drogas veterin√°rias, horm√īnios, antibi√≥ticos e de organismos geneticamente modificados (transg√™nicos).


No caso do processo de fabrica√ß√£o de alimentos org√Ęnicos processados, por exemplo, √© proibida a utiliza√ß√£o de radia√ß√Ķes ionizantes (que produzem subst√Ęncias cancer√≠genas, como o benzeno e o formalde√≠do), bem como o uso de aditivos qu√≠micos sint√©ticos, como corantes, aromatizantes, emulsificantes, entre outros.


Da mesma forma, verduras, legumes, frutas, castanhas, carnes, p√£es, caf√©, latic√≠nios, sucos e outros produtos ‚Äúin natura‚ÄĚ e processados s√≥ podem ser considerados org√Ęnicos se forem cultivados dentro de ambiente de plantio org√Ęnico, respeitando todas as regras do setor e a legisla√ß√£o brasileira.


Cultivo


Segundo o Minist√©rio da Agricultura, no cultivo de org√Ęnicos n√£o √© permitido o uso de subst√Ęncias que coloquem em risco a sa√ļde humana e o meio ambiente. N√£o s√£o utilizados fertilizantes sint√©ticos sol√ļveis, agrot√≥xicos e transg√™nicos. O Brasil √© sem d√ļvida um dos pa√≠ses com o maior potencial para o crescimento da produ√ß√£o org√Ęnica, por apresentar diferentes tipos de solo, clima e uma biodiversidade privilegiada aliada a uma grande diversidade cultural.


Para ser considerado org√Ęnico, o produto tem que ser produzido em um ambiente de produ√ß√£o org√Ęnica, onde se utiliza como base do processo produtivo os princ√≠pios agroecol√≥gicos que contemplam o uso respons√°vel do solo, da √°gua, do ar e dos demais recursos naturais, respeitando as rela√ß√Ķes sociais e culturais.


O com√©rcio de produtos org√Ęnicos no Brasil, bem como no mundo, depende da rela√ß√£o de confian√ßa entre produtores e consumidores, al√©m dos sistemas de controle de qualidade. Por isso, fique sempre atento!


Conheça os produtos comercializados pela Vita Sol:

Certifica√ß√Ķes Org√Ęnicas

Os produtos da Vita Sol s√£o certificados pela ECOCERT, √≥rg√£o refer√™ncia no setor de org√Ęnicos, que j√° certificou mais de 5 mil empresas e 80 mil produtores em v√°rias partes do mundo.


Al√©m disso, o selo de certifica√ß√£o org√Ęnica √© sua garantia que o produto √© de fato org√Ęnico; procedimento pelo qual uma certificadora, devidamente credenciada pelo Minist√©rio da Agricultura, Pecu√°ria e Abastecimento (MAPA) e ‚Äúacreditada‚ÄĚ (credenciada) pelo Instituto Nacional de Metrologia, Normaliza√ß√£o e Qualidade Industrial (Inmetro), assegura por escrito que determinado produto, processo ou servi√ßo obedece √†s normas e pr√°ticas da produ√ß√£o org√Ęnica.Segundo o Manual de Certifica√ß√£o de Produtos Org√Ęnicos, a certifica√ß√£o apresenta-se sob a forma de um selo afixado ou impresso no r√≥tulo ou na embalagem do produto.


Cabe ao Minist√©rio da Agricultura credenciar, acompanhar e fiscalizar os organismos de certifica√ß√£o que, mediante pr√©via habilita√ß√£o do MAPA, far√£o a certifica√ß√£o da produ√ß√£o org√Ęnica e dever√£o atualizar as informa√ß√Ķes dos produtores para alimentar o cadastro nacional de produtores org√Ęnicos. Estes √≥rg√£os, antes de receberem a habilita√ß√£o do Minist√©rio, passar√£o por processo de acredita√ß√£o do Inmetro.

Clique aqui e conheça as certificadoras cadastradas pelo Ministério da Agricultura


No exterior, o √≥rg√£o internacional que credencia as certificadoras √© a IFOAM, International Federation of Organic Agriculture Movements, que √© a federa√ß√£o internacional que congrega os diversos movimentos relacionados com a agricultura org√Ęnica.


No que abrange a fiscaliza√ß√£o, esta ser√° feita nas unidades de produ√ß√£o, estabelecimentos comerciais e industriais, cooperativas, √≥rg√£os p√ļblicos, portos, aeroportos, postos de fronteira, ve√≠culos e meios de transporte e qualquer ambiente onde se verifique a produ√ß√£o, beneficiamento, manipula√ß√£o, industrializa√ß√£o, embalagem, acondicionamento, distribui√ß√£o, com√©rcio, armazenamento, importa√ß√£o e exporta√ß√£o.


Quando houver ind√≠cio de adultera√ß√£o, falsifica√ß√£o, fraude e descumprimento da legisla√ß√£o ser√£o tomadas as seguintes medidas: advert√™ncia, autua√ß√£o, apreens√£o dos produtos, retirada do cadastro dos agricultores autorizados a trabalhar com a venda direta e suspens√£o do credenciamento como organismo de avalia√ß√£o. As puni√ß√Ķes ser√£o mantidas at√© que se cumpram as an√°lises, vistorias ou auditorias necess√°rias. Tamb√©m poder√£o ser aplicadas multas que variam entre R$ 100 e R$ 1 milh√£o de reais.


No Brasil o produtor org√Ęnico deve fazer parte do Cadastro Nacional de Produtores Org√Ęnicos, o que √© poss√≠vel somente se estiver certificado por um dos tr√™s mecanismos descritos a seguir:


‚ÄúCertifica√ß√£o por Auditoria ‚Äď A concess√£o do selo SisOrg √© feita por uma certificadora p√ļblica ou privada credenciada no Minist√©rio da Agricultura. O organismo de avalia√ß√£o da conformidade obedece a procedimentos e crit√©rios reconhecidos internacionalmente, al√©m dos requisitos t√©cnicos estabelecidos pela legisla√ß√£o brasileira‚ÄĚ.


‚ÄúSistema Participativo de Garantia ‚Äď Caracteriza-se pela responsabilidade coletiva dos membros do sistema, que podem ser produtores, consumidores, t√©cnicos e demais interessados. ¬†Para estar legal, um SPG tem que possuir um Organismo Participativo de Avalia√ß√£o da Conformidade (Opac) legalmente constitu√≠do, que responder√° pela emiss√£o do SisOrg.‚ÄĚ


‚ÄúControle Social na Venda Direta ‚Äď A legisla√ß√£o brasileira abriu uma exce√ß√£o na obrigatoriedade de certifica√ß√£o dos produtos org√Ęnicos para a agricultura familiar. Exige-se, por√©m, o credenciamento numa organiza√ß√£o de controle social cadastrado em √≥rg√£o fiscalizador oficial. Com isso, os agricultores familiares passam a fazer parte do Cadastro Nacional de Produtores Org√Ęnicos.‚ÄĚ


A import√Ęncia da certifica√ß√£o, al√©m da garantia da qualidade do produto/servi√ßo ao consumidor, est√° na regulamenta√ß√£o dos processos e tecnologias de produ√ß√£o necess√°rias para a manuten√ß√£o de padr√Ķes √©ticos do movimento org√Ęnico e credibilidade do produto e produtor no com√©rcio.


Referência: Organicsnet, http://www.organicsnet.com.br/certificacao/manual-certificacao/